A Posse Canônica de Dom Guilherme

Hoje 17 de março de 2018, bela manhã lageana, a Diocese de Lages  e o Presbitério acolhe com grande alegria o seu 5° Bispo Diocesano, Dom Guiherme Antônio Werlang, M.S. F.
A igreja mãe da Diocese, a Catedral – igreja do Bispo, onde ele toma a Posse Canônica, foi pequena para acolher tantos Bispos, Padres, Diáconos, Seminaristas, Religiosas, familiares, amigos, e o querido Povo de Deus.
A Posse de um Bispo é um forte momento eclesial numa Diocese. Manifesta o recomeçar de uma nova fase na caminhada, um novo ardor, novas expectativas pastorais. A esperança se renova. E o Reino de Deus  continuará a desabrochar, crescer e produzir muitos frutos. Bispo, Clero e Lideranças Leigas   caminhado juntos, na unidade e na sintonia do Espírito de Deus.
Dom Guilherme tem seu lema colhido do cerne do Evangelho de João, 10, 10. “para que todos tenham vida”. Que ele, com a graça de Deus, seja inspirado a cada dia na promoção, cuidado e defesa da vida humana tão ameaça e sofrida em nosso tempo atual. Que ele leve a todos e a todas a vida plena que Cristo veio nos trazer.
Todos estão felizes e ansiosos  para acolher e iniciar um novo tempo na Diocese de Lages, com Dom Guilherme.
Ele vem em nome do Senhor!
Que o Bom Pastor o ajude e ilumine na missão.

Missa de Ação de Graças pela missão de D. Nelson Westrupp, sjc como Administrador Apostólico da Diocese de Lages

Fim de mais uma fase…
No dia 13 de março de 2018, quando completou exatamente treze meses da missão de Dom Nelson em Lages, grande emoção e ação de graças a Deus, tomou conta da Catedral Diocesana de Lages, Nossa Senhora dos Prazeres, com a Santa Missa em agradecimento a Deus pelo pastoreio de Dom Nelson, Administrador Apostólico de Lages.
Foi um tempo de graças, muitas graças e desafios também… eles fazem parte das coisas verdadeiramente boas.
Muitos Padres e o Povo de Deus! Isso alegra o coração e torna o hino de gratidão mais rico e agradável a Deus.
Emoção sob o canto, lindamente entoado pelo Coral da Catedral com Marlene Dantas Panisa e o Povo: “Eu confio em Nosso Senhor, com fé, esperança e amor…” Há gratidão nos olhares e há saudade também… A confiança em Deus, Nosso Senhor.
Foi um tempo de graças e crescimento. Uma experiência sem igual!
“Vou navegar nas águas deste mar….”.
Sim! Missão cumprida em Lages e Dom Nelson continuará sua missão, sem duvidar, sem medo de sonhar, pois é cidadão do infinito. Foi sempre assim. Desde o primeiro sim aos 11 anos de idade. Parabéns, Dom Nelson, exemplo de homem de Deus fiel e consciente de sua missão e dos encargos que o Senhor da Messe lhe confiou e confia.
Os Padres, os  Diáconos Permanentes, as Religiosas e grande participação do Povo da Diocese e dos amigos que Deus nos concedeu nesse curto período de um ano e um mês, marcaram presença neste momento especial da Missa. Valeu muito a pena.
Obrigada, Povo Serrano! Foi muito bom ter estado com Vocês!

Ordenação Diaconal em vista do Presbiterado

A Diocese de Lages começou o ano de 2018 vivenciando experiências eclesiais fortes. Uma delas foi a ordenação diaconal dos Seminaristas Alex e Victor. Digo, uma delas, porque a Diocese está em clima de esperança e expectativa para receber seu novo Bispo Diocesano, Dom Guilherme Antônio Werlang, M.S.F., cuja Posse Canônica será no dia 17 de março de 2018, na Catedral de Lages.

No dia 25 de fevereiro, ensolarada tarde de Domingo, o segundo da Quaresma, quando a Igreja celebrava a Transfiguração do Senhor, a Catedral Diocesana Nossa Senhora dos Prazeres de Lages, tornou-se pequena para acolher tantos Padres, Diáconos, Seminaristas, Familiares e centenas de fiéis que se fizeram presentes para participar da Ordenação Diaconal de Alex e Victor.

Celebrar uma ordenação diaconal numa diocese é sinal de esperança. Esperança de novos servos do Senhor, desejosos de se colocarem a serviço da Igreja de Jesus Cristo e da evangelização. Quando se trata de ordenação diaconal, em vista do presbiterado, temos a certeza de novos Padres para a Igreja, indispensáveis para levar o Pão da Vida e o Pão da Misericórdia ao Povo de Deus que peregrina na fé.

A gente podia perceber, durante a celebração da Missa da Ordenação, o quanto Alex e Victor deixavam transparecer a alegria de terem chegado a esse momento decisivo de sua caminhada vocacional. Havia nos dois Ordinandos uma expressão de seriedade e compenetração diante da missão assumida, a qual doravante, exigirá maior comprometimento.

Tornar-se diácono é receber, das mãos do Bispo e da Oração da Igreja, a graça do primeiro grau da Ordem. Os que são chamados ao diaconado e ao presbiterado devem ter a consciência de que são chamados a uma missão específica e a uma identidade eclesial de serviço e doação. Aliás, como bem recordou o Bispo ordenante, Dom Nelson Westrupp, scj, Administrador Apostólico de Lages, que a missão-vocação dos ministros da Igreja é ser servidor. Nesse particular, Jesus é modelo a ser seguido e imitado, completou Dom Nelson. E disse mais: a “marca registrada” de Jesus é servir e dar a vida. Ele mesmo disse: “O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida em resgate por muitos” (Mt 20, 26-28). Portanto, a identidade do diácono é ser ícone de Cristo-Servidor (cf. homilia da ordenação).

Terminada a Missa, a Catedral ofereceu aos presentes uma bela acolhida acompanhada de coquetel, onde todos puderam abraçar os novos diáconos Alex e Victor e se confraternizar, na alegria do encontro entre irmãos e irmãs de fé.

A Diocese de Lages deseja ao Diácono Alex e ao Diácono Victor que sejam felizes nessa nova etapa da missão vocacional, e que se preparem com ardor e esperança para o grande dia da ordenação presbiteral.

Ir. Maurinéa Aparecida dos Santos

Ordenação Diaconal

Momento eclesial forte e muito lindo aconteceu na Diocese de Lages, na abençoada e ensolarada tarde do Domingo, dia 25 de fevereiro de 2018, o segundo Domingo da Quaresma, quando celebramos com a Igreja, a Transfiguração do Senhor,
a Ordenação Diaconal dos queridos Seminaristas Alex Prado e Victor Grassi.
Lindo sinal de Fé ver a Igreja Particular reunida em prece. Clero e Povo de Deus rezando a Deus por mais esses dois ministros servos de Cristo que a Diocese recebe pela imposição das mãos do Bispo e Oração da Igreja.
Parabéns, Alex e Victor!
Um importante passo foi concluído. Agora é aguardar com alegria a Ordenação Presbiteral.

Seminário Diocesano sobre a CF-2018

Com alegria e sorriso no rosto, os Padres, alguns Diáconos, Seminaristas, Religiosas e Lideranças Leigas de nossas Paróquias iniciaram nesta manhã de Sábado o Seminário Diocesano sobre a CF-2018, em Lages.
Matando a saudade após as festas de fim de ano e as férias, é gostoso rever as Irmãs e irmãos de caminhada como vem ressaltou Ana Carla da PJ.
Após a oração inicial dinâmica e bem participada, foi dada a palavra a Dom Nelson que procedeu à abertura do Seminário, refletindo sobre o Tema e Lema da CF-2018.
Em seguida, teremos a assessoria da Dra. Luciana Rodermel, que abordará a questão do “Ver”.
Um momento apropriado para estar juntos, ver a situação da Violência e buscar pistas para a superação da mesma e trabalhar para que haja paz, justiça, convivência fraterna.

Festa das Tendas: A Festa da Partilha da grande família Diocesana

Como era previsto na Agenda Pastoral da Diocese de Lages, aconteceu, com muito brilho e beleza, a vigésima primeira Festa Diocesana das Tendas, no dia 19 de novembro de 2017. O evento ocorreu na Fazenda Pedras Brancas, Capela São Pedro, da Paróquia Nossa Senhora das Graças de Lages.

Foi um dia abençoado e feliz. Por entre exuberantes e enormes araucárias, o sol brilhava, e parecia sorrir! O céu exibia um azul sem igual. Foi um dia perfeito que Deus Pai, com carinho de mãe, preparou para a Diocese de Lages e seu povo acolhedor e solidário.

Pe. Hermes, com suas lideranças paroquiais e pastorais, deram o melhor de si nos preparativos e organização da Festa.

Cada uma das 25 Paróquias da Diocese generosamente trouxe seus tachos e panelas tamanho-família, pensando nos deliciosos pratos que iriam cozinhar: carreteiro, risoto, polenta, feijoada, farofa, cachorro quente, dentre outros…

Ao aproximar-se a hora do almoço, o povo começou a formar filas na direção do cardápio preferido… Os participantes da Festa, anteriormente informados, trouxeram utensílios adequados (pratos e talheres) para receberem a refeição. Como dizia Pe. Hermes, ninguém precisou levar dinheiro. Era a Festa da Partilha… Fez-nos recordar Isaías: Oh! Todos que estais com sede, vinde buscar água! Quem não tem dinheiro venha também! comprar para comer, vinde, comprar sem dinheiro vinho e mel, sem pagar!” (Is 55, 1). Não faltaram também as sobremesas, quitutes e cafezinhos para período da tarde.

O Administrador Apostólico Dom Nelson Westrupp, scj, como pastor zeloso e acolhedor de suas ovelhas, esteve o tempo todo participando da Festa. Visitou uma por uma das tendas, cumprimentou as pessoas, ofereceu o melhor que tem: a sua bênção!

Para quem participou pela primeira vez da Festa das Tendas, foi um belo testemunho de confraternização, partilha, convivência entre irmãos e irmãs. Doação e empenho também eram visíveis, pois, o serviço prestado por voluntárias e voluntários e pelos agentes pastorais das Paróquias e Comunidades, antes e durante a Festa, tornaram o evento mais belo e mais perfeito.

Outro fato interessante a chamar a atenção de quem veio pela primeira vez, foram as tendas cobertas com colchas de retalhos, confeccionadas pelas senhoras da Paróquia Nossa Senhora das Graças e suas Capelas. O sentido da colcha de retalho leva a gente a pensar na unidade, na comunhão, na partilha do pequeno que, unido, se torna grande, na beleza das cores e nas diferenças que, juntas, formam um belo conjunto.

Bonito foi ver também as centenas de carros e ônibus que trouxeram as pessoas para a Festa, estacionados no campo. Pareciam enfeites coloridos a contrastar com o verde da natureza e o azul do céu. Houve também as caronas solidárias. Estima-se que cerca de três mil pessoas passaram pelo evento.

Havia, igualmente, a tenda das bênçãos, onde as pessoas que desejassem, podiam receber uma prece, uma palavra amiga, um conforto para a alma.

Na Capela São Pedro, bem próxima ao local da Festa, o Santíssimo Sacramento ficou exposto durante o evento e não faltaram adoradores, visitantes e pessoas a interceder pelo bom êxito da Festa.

Durante a Santa Missa, ponto alto da Festa, foi edificante constatar a participação de todos, embora já cansados pelo dia transcorrido. O silêncio da assembleia em pleno campo aberto, demonstrou a fé dos fiéis de nossas Comunidades. Diversos Padres, Diáconos, Seminaristas e Religiosas, também marcaram presença no decorrer da Festa e na hora da Missa.

No início da Celebração, foram trazidos ao Altar estandartes com os nomes e um resumo da caminhada de diversos leigos e leigas que deram testemunho de sua vida cristã na Paróquia de origem, e que já se encontram na Comunidade celeste. Este ato simbólico quis significar a importância dos leigos e leigas, na Abertura do Ano do Laicato na Diocese.

No momento da homilia, Dom Nelson nos ajudou a meditar a liturgia da Palavra do 33º Domingo do Tempo Comum – Ano A – Parábola dos Talentos – , bem como a refletir sobre a Mensagem do Papa Francisco para o 1º Dia Mundial dos Pobres, coincidindo com a Festa Diocesana das Tendas e da Partilha. No ofertório da Missa, todas e todos foram convidados a fazer sua oferta, entregando alimentos não perecíveis para serem distribuídos aos irmãos e irmãs do Assentamento “Filhos do Contestado”, em São Cristóvão do Sul.

No final da Celebração Eucarística, Pe. Henrique fez diversos agradecimentos e apresentou ao Povo de Deus o Conselho Diocesano de Leigos (CDL), o qual foi constituído por membros representantes das seis Regiões Pastorais da Diocese. O Conselho Diocesano de Leigos e Leigas foi criado, como um dos frutos do Estudo do Documento 105 da CNBB, realizado em 2017 e em vista do Ano Nacional do Laicato (2017-2018), a ser oficialmente inaugurado pela CNBB, no próximo Domingo, Solenidade de Cristo Rei. Foram entregues às 25 Paróquias, cartazes confeccionados pela Diocese referentes ao Tema, Lema, Objetivo e Atividades do CDL para 2018.

Por último, Pe. Henrique conduziu a escolha da Paróquia que sediará e preparará a próxima Festa Diocesana das Tendas, na Solenidade de Cristo Rei de 2018. Foi indicada a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Bom Jardim da Serra, como local da realização da 22ª Festa Diocesana das Tendas/2018.

Em clima de alegria e confraternização, com a bênção final da Santa Missa, encerrou-se a 21ª Festa Diocesana das Tendas/2017.

Missa e Posse de Pe. Kleyton Aquino como Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem

Missa e Posse de Pe. Kleyton Aquino como Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, no Município de Bocaina do Sul, Diocese de Lages-SC.
Ocasião propícia em que Dom Nelson visitou a Paróquia e deu a Posse ao Administrador Paroquial.
Pe. Fausto que até agora era o Pároco em Bocaina, foi para a Diocese de São José dos Campos, Vale do Paraíba, em São Paulo.
Deus abençoe Pe. Fausto em sua nova missão.
Parabéns, Pe. Kleyton!
Seja muito feliz em sua nova etapa no ministério presbiteral.

Encontro Diocesano da Pastoral da Saúde

Nesta manhã de terça-feira – fria em Lages – , Dom Nelson marcou presença no Encontro Diocesano da Pastoral da Saúde.
Dom Nelson proferiu palestra de espiritualidade e incentivo aos Agentes da Pastoral da Saúde.
A indiferença é a morte do amor.
O Agente da Pastoral da Saúde não é indiferente à pessoa enferma.
Quem ama, cuida.
Quem cuida, ama.
Cuidar é demonstrar amor e interesse pela pessoa doente. (Dom Nelson – palestra para a Coordenação Diocesana da Pastoral da Saúde).